Top guarda-roupas da TV | 06. Empire

Na sua segunda temporada, Empire mostrou um inegável crescimento em popularidade e orçamento, o que se traduziu num dos mais ostentosos e deliciosamente vistosos guarda-roupas da televisão de 2015.

 

<<  07. American Horror Story: Hotel |  05. The Knick  >>

 

Tal como American Horror Story: Hotel, também Empire é uma série dominada pela presença de uma gloriosa diva, neste caso não é Lady Gaga mas sim Taraji P. Henson no papel de Cookie Lyon. A personagem, que recentemente valeu um Globo de Ouro à atriz, tem, desde a primeira temporada, um estilo marcado pela exuberância e pela riqueza. Há que lembrar que a série teve o seu início no dia em que Cookie saiu da prisão e depois de 17 anos aprisionada, o estilo de Cookie é vulgar, tende a cair num ligeiro mau gosto, mas é deliciosamente ostentoso, como que a compensar pelo que lhe foi negado durante anos.

Paolo Nieddu, um figurinista que no seu currículo inclui Ugly Betty, foi quem originalmente criou o look de Cookie e do resto do elenco principal no episódio piloto de Empire. Nesta segunda temporada, Nieddu é responsável por todos os episódios. Na sua abordagem, mais do que tentar criar consistentes motivos visuais e paletas cromáticas para cada personagem, Nieddu encara o seu trabalho em Empire como um estilista a trabalhar com celebridades. A partir dessa maneira de trabalhar, Nieddu consegue capturar nesta série a vistosa realidade das celebridades contemporâneas.

Empire - Cookie-Hakeem

Empire-Cookie-Gorila

Empire-Cookie-Gucci
Empire-Cookie-Mimi

A primeira vez que vemos Cookie na presente temporada, a sua entrada é tão exuberante quão fascinante. Vestida num fato de gorila e enjaulada, a personagem tenta fazer uma declaração política sobre o tratamento de homens afro-americanos pelo sistema judicial americano, mas rapidamente. Num momento inspirado em Blonde Venus, um filme protagonizado por Marlene Dietrich, o fato simbólico é rapidamente despido, revelando uma imagem de gritado glamour, neste caso um ostentoso vestido da Gucci coberto de cristais, penas e transparências.

Durante a primeira temporada da série, muitos designers ter-se-ão recusado a contribuir com as suas criações para o guarda-roupa de Empire, mas tal como este primeiro momento de Henson demonstra, isso mudou neste segundo ano. Depois do sucesso e popularidade que marcaram a primeira temporada e com um orçamento aumentado, o uso de designers de renome tornou-se, aliás, num dos principais elementos da linguagem visual destes mais recentes episódios.

Outro grande aspeto da dramaturgia visual de Empire é a utilização de iconografia hip-hop, algo que é bastante presente nos figurinos da família Lyon de modo geral. Uma das mais interessantes escolhas de indumentária para Cookie terá mesmo sido um fato da marca Blondes, que é criado a partir de várias correntes douradas entrelaçadas. As correntes, nos inícios da cultura hip-hop foram uma apropriação afro-americana de uma imagem outrora icónica da escravidão, e agora subvertida num símbolo de poder.

Cookie returns to the prison where she spent 17 years to put on a show for her friends.

Empire-Hakeem-Jamal

Empire-Marisa-Tomei

Esses jogos iconográficos estendem-se às personagens secundárias, mesmo quando abandonamos o panorama das modas relacionadas com o mundo da música. A personagem de Marisa Tomei, por exemplo, uma perigosa e manipuladora bilionária que procura tomar controlo da empresa que dá o nome à série, veste-se, especialmente nos primeiros episódios, em figurinos com elementos que lembram as roupas de esclavagistas do sul. O nome da personagem é Mimi Whit(e)man, pelo que ela estar vestida como um Coronel Sanders sob o efeito de ácidos é uma escolha apropriada, sem qualquer sombra de subtileza.

As restantes personagens da série têm guarda-roupas igualmente primorosos e significativos para o desenvolver narrativo de Empire, como Hakeem, cujo visual tem demonstrado uma grande maturação, abandonando alguns dos seus elementos mais vistosos por um estilo ainda luxuoso mas menos descarado, ou Jamal que é uma imagem de subtil riqueza, vestindo roupas imensamente dispendiosas mas nunca chamando a atenção para o seu imenso poder económico.

Empire-Taraji-P-Henson-Terrence-Howard

Empire-Taraji-Vivica

Empire-Temporada-2

Empire-Terrence-Howard

Há que lembrar que, no final, Empire é uma série sobre as lutas de poder de uma família e o guarda-roupa é o principal exponente visual desse conflito. Aliás, poucas vezes isso foi mais claro do que no início desta temporada quando Cookie visitou Lucious na prisão. Ela aparece coberta em joalharia e num casaco da Moschino, enquanto para ele o designer de eleição é o Departamento Prisional do Estado de Nova Iorque.


<<  07. American Horror Story: Hotel |  05. The Knick  >>


Do mundo do hip-hop contemporâneo aos teatros cirúrgicos do início do século passado, continua para a próxima página para descobrires os figurinos da série que reclamou o 5º lugar nesta listagem.


 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *