Emma Thompson com Dustin Hoffman em "The Meyerowitz Stories" (2017) de Noah Baumbach |©Netflix

Emma Thompson |Os filmes essenciais

Emma Thompson é uma das mais notáveis atrizes a trabalhar hoje no cinema britânico e americano. Premiada com Óscares tanto no campo da representação como do argumento. A 15 de abril completou 61 primaveras e celebramos agora recordando os seus filmes essenciais. 

A intérprete que hoje homenageamos já conta muitos anos de carreira e é sem dúvida uma das grandes referências entre as atrizes britânicas – não apenas da sua geração – e assim o confirmam as suas mais de 60 vitórias e mais de 100 nomeações a prémios. Coleciona já, entre estas premiações, dois Óscares, um Emmy, três BAFTAs e ainda dois Globos de Ouro.

Destaca-se principalmente no campo do romance histórico, como boa britânica que é, mas o seu registo enquanto atriz é vasto e tem mestria em outros géneros – como a comédia. Nasceu a 15 de abril de 1959 em Paddington, Londres,  e cresceu numa família de atores. Estudou em Cambridge e integrou o grupo de teatro Footlights, celéebre devido ao facto de membros dos Monty Phyton se terem conhecido por lá.

Terminados os seus estudos em 1980, a primeira década da sua carreira foi dominada pelo teatro e pela televisão. Destacou-se com a peça “Me and My Girl” no West End londrino e na televisão teve o seu início do programa de sketches “Alfresco”, de 1983, no qual colaborou com membros do seu grupo de teatro que viriam a tornar-se influentes no mundo do cinema e televisão como por exemplo Hugh Laurie (“Dr.House”).

Em 1987 protagonizou “Fortunes of War” (1987), uma mini-série da BBC pela qual viria a receber o seu primeiro BAFTA.  A partir daí iniciou-se um longo trajeto que vamos recordar e com direito a um extra: indicaremos onde podem ser vistos alguns dos filmes mencionados.

1 de 15

REGRESSO A HOWARDS END DE JAMES IVORY (1992)

emma thompson harry potter oscares howards end
“Regresso a Howards End” | © Merchant Ivory Productions

Foi precisamente no início dos anos 90 que Emma Thompson começou a conseguir papéis de maior relevo no cinema. A sua ascensão foi rápida e o primeiro papel de relevo no grande ecrã, em “Howards End”, valeu-lhe desde logo o seu  primeiro Óscar – o de Melhor Atriz. Realizado por James Ivory (“Quarto Com Visto Sobre a Cidade”), o filme é baseado no romance homónimo de E.M. Forster. 

Esta obra colocou a recém chegada às grandes produções a contracenar junto a nomes como Anthony Hopkins, Vanessa Redgrave e uma jovem Helena Bonham Carter que aqui interpreta a sua irmã. “Howards End” dá conta do encontro entre três classes sociais distintas na Inglaterra do início do século XX- Temos os Wilcox , capitalistas vitorianos que colocam o dinheiro no lugar das divindades, os  Bast, membros da classe trabalhadora e os Schlegel  – uma família burguesa dada à filantropia. O humanismo das cultas e emancipadas  irmãs Schlegel –  Helen (Bonham Carter) e Margaret (Thompson) – é posto à prova quando tentam suavizar o preconceito da família Wilcox em prol da família Bast. Um competente drama de classe à inglesa onde as prestações de Emma Thompson, Anthony Hopkins e Vanessa Redgrave merecem particular destaque.

“Howards End” é uma história específica mas intemporal, tanto que a BBC adaptou recentemente o romance para o formato de mini-série.

1 de 15

Maggie Silva

Mestre em Ciências da Comunicação na vertente de Cinema e Televisão pela FCSH-UNL. Dependente de cultura pop e cinema indie. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *