Atreva-se a ficar gelado com a nova animação da Disney – “Frozen – o Reino do Gelo”

frozen poster 1

FICHA TÉCNICA

  • Título Original: “Frozen”
  • Realizadores: Chris Buck, Jennifer Lee
  • Atores: Kristen Bell, Josh Gad, Idina Menzel
  • Produção:  Walt Disney Animation Studios
  • EUA | 2013 | Animação, Ação e Aventura

 

TRAILER ORIGINAL

O Inverno aproxima-se e, com ele, chega um novo filme de animação da Disney que promete fazê-lo congelar em frente ao grande ecrã. “Frozen” retrata a história de uma jovem, Anna (voz de Kristen Bell), que inicia uma épica jornada – juntamente com Kristoff (voz de Jonathan Groff) para encontrar a sua irmã Elsa (voz de Idina Menzel), cujos poderes de gelo aprisionaram o Reino de Arendelle num eterno inverno. Encontrando condições climatéricas exigentes, trolls e um hilariante boneco de neve chamado Olaf, Anna e Kristoff lutam em prol da salvação do reino.

Enquanto esperamos que o frio nos cubra com a magia da Disney, em novembro de 2013, convidamo-lo, agora, a conhecer as principais personagens deste filme de animação.

Anna

Anna é uma jovem ousada, que age muitas vezes por impulso. Mas, independentemente disso, é a pessoa mais otimista e amável que se pode conhecer. O seu desejo é  reaproximar-se da sua irmã, Elsa, tal como na infância, em que eram mais próximas. Quando Elsa acidentalmente liberta um segredo mágico que encerra o reino de Arendelle num Inverno eterno, Anna embarca numa perigosa aventura, determinada a salvar o seu reino e a sua família.

Hans

Hans é um bonito aristocrata de um reino vizinho que se desloca a Arendelle para a coroação de Elsa. Com 12 irmãos mais velhos, cresceu a sentir-se praticamente invisível e Anna identifica-se com isso. Hans é inteligente, observador e cortês. Ao contrário de Elsa, promete que nunca se afastará de Anna; ele pode representar a ligação por que ela tanto tem esperado.

Kristoff

Kristoff vive no alto das montanhas onde colhe gelo que vende ao reino de Arendelle. Um pouco rude, é do tipo de pessoa forte e frontal que segue as suas próprias regras. Pode parecer um solitário, mas tem sempre o seu melhor amigo do seu lado, uma rena leal chamada Sven.

Olaf

Nascido dos poderes mágicos de Elsa, Olaf é o boneco de neve mais amigável a caminhar pelas montanhas acima de Arendelle. A sua inocência, personalidade extrovertida e estranha capacidade de se desmontar a si próprio em alturas mais e menos oportunas conduzem a alguns momentos embaraçosos, embora hilariantes. Tem também o que poderá ser o sonho mais inalcançável do mundo, mas o que ele não conhece não o poderá derreter, ou será que pode?

Sven

Sven é um amigo leal de Kristoff. Certifica-se de que o seu companheiro de montanha é o tipo íntegro que ele conhece e adora, e fá-lo sem dizer uma palavra. Geralmente faz-se entender com alguns roncos enfáticos.

Duke

O que falta em estatura ao Duque de Weselton é compensado com a sua arrogância e o seu exibicionismo. O Duque está determinado em aproximar-se da nova rainha até que o segredo mágico de Elsa seja revelado. Fará tudo o que for preciso para explorar os bens comercializáveis de Arendelle.

Elsa

Elsa parece equilibrada, majestosa e reservada, mas, na realidade, vive com medo, debatendo-se com um segredo muito poderoso – a sua capacidade de criar gelo e neve. Assombrada pelo momento em que a sua magia quase matou a sua irmã mais nova Anna, Elsa isolou-se, levando cada minuto que passa a tentar reprimir os seus poderes que continuam a aumentar.

Marshmallow

Marshmallow é um calado e gigante boneco de neve gelado nascido a partir dos poderes de Elsa. Como guarda-costas, dotado de um punho de ferro, encarrega-se em manter os intrusos longe do palácio de gelo.

Oaken

Oaken gere o Mercado e a Sauna Wandering Oaken’s. Quando a avassaladora tempestade de Inverno de Elsa se abate sobre o reino em meados de julho, ele vê-se com um excedente de produtos de Verão. Apesar de simpático e prestável, a sua veia avarenta fará com que não hesite em expulsar quaisquer indesejáveis visitantes do seu humilde estabelecimento.

Aguçamos a sua curiosidade?

Preparado para se enterrar na cadeira ao ver este promissor filme de animação? Conheça os posters de “Frozen – o Reino do Gelo”.

Frozen2

Eis os mais recentes posters deste filme de animação.

poster5

poster3

poster4

Nesta secção apresentamos-lhe algumas curiosidades geladas de “Frozen – o Reino do Gelo”.

 

CONTA-ME UMA HISTÓRIA

frozen-600-02

  • Uma das frases preferidas de Anna – “Espera, o quê?”- foi adicionada aos agradecimentos escritos por Kristen Bell.
  • Quando a equipa responsável pela história do filme desenvolveu o personagem Olaf, as possibilidades eram infinitas. Ao se perguntarem “Como pensaria um boneco de neve?”, encontraram-no: puro, simples e inocente. O seu humor deriva da sua forma simples de pensar.
  • A personagem de Kristoff foi largamente influenciada pelos habitantes da Lapónia: indígenas originários da zona norte da Noruega.
  • Os lapões são conhecidos por fazerem criação de renas, o que pode explicar o porquê do melhor amigo de Kristoff ser uma rena chamada Sven. Os cineastas visitaram um negócio de criação de renas de lapões em Roros, Noruega.
  • Em determinado momento, os cineastas deram o nome Thor à rena, mas acabaram por mudar de ideias devido à popularidade inesperada deste nome.
  • O cavalo de Hans, que impede Anna de cair à água antes da coroação, chama-se Sitron, que significa “limão” em norueguês.

 

TRABALHO DE CASA

Arendelle-frozen-35268027-1256-522

  • O diretor artístico Mike Giamo e a sua equipa viajaram até à Noruega para mergulhar na atmosfera, contemplar a arquitetura, investigar a cultura local e a mitologia, e buscar inspiração no ambiente para o seu reino fictício de Arendelle. De carro, comboio e barco, visitaram fortalezas, castelos, lojas, museus, catedrais, fiordes e glaciares.
  • De modo a ganhar conhecimento para o castelo de Arendelle, a equipa visitou o castelo medieval Akershus em Oslo e o palácio real da cidade de Trondheim Stiftsgården – um dos maiores edifícios de madeira da Escandinávia – que custou quase 9 milhões de libras (aproximadamente 11 milhões de euros) a ser construído em 1778.
  • Os artistas fizeram viagens de barco em Geirangerfjord e Sognefjord que, com 205 quilómetros, é o maior fiorde na Noruega (e o terceiro maior no mundo). Os fiordes são maravilha bem conhecida da paisagem norueguesa. Na verdade, os fiordes de Geiranger e de Nærøy são considerados Património Mundial da UNESCO.
  • A equipa de animação e de efeitos especiais viajou até Jackson Hole, Wyoming, para experienciar neve profunda. Vestiram várias indumentárias – incluindo saias compridas – para captar o impacto criado pelos seus passos e o modo como a neve interage com a roupa.
  • Os cineastas levaram uma rena verdadeira até aos estúdios de animação Walt Disney para observar a composição física e maneiras do animal, o que mais tarde serviu para caracterizar a rena amiga de Kristoff, Sven, em “Frozen – O Reino do Gelo”.
  • A rena mostrou ter uma técnica inesperada para tratar de uma comichão na sua orelha: usou as suas patas traseiras – como um cão faria. O Sven acabou por adotar esta técnica.
  • Habituadas à neve e ao frio, as renas podem reduzir a temperatura das suas patas aproximando-a do nível de congelamento do solo, de modo a manter o calor da parte superior do seu corpo, sob condições meteorológicas extremas. Também são surpreendentemente rápidas – uma cria nova consegue facilmente ultrapassar um homem, o que explica o porquê de Kristoff contar tanto com Sven quando precisa de ir ter com a Anna depressa.
  • Vários membros da equipa de produção viajaram até ao hotel de gelo de Quebec como inspiração para o palácio de gelo da Elsa. Apesar dos artistas se terem sentido inspirados e admirados pela arquitetura, ninguém optou por passar a noite na fria estância.
  • Num esforço para aperfeiçoar a magia gelada de Elsa, os cineastas chamaram o Dr. Thomas Painter, um cientista do Jet Propulsion Laboratory em Pasadena conhecido como “Dr. Neve”, para aprenderem mais acerca dos flocos de neve a um nível molecular.
  • Ainda que o Inverno eterno que de repente cai em Arendelle desafie qualquer recorde, a maior queda de neve alguma vez registada teve quase 2 metros, em Silver Lake, Colorado, em 1921. Assumem-se números mais elevados em áreas mais remotas, mas ainda ninguém o comprovou.
  • Para apimentar o argumento com autênticas palavras norueguesas, sotaques e expressões, os cineastas chamaram Jackson Crawford, que ensina nórdico antigo, mitologia escandinava, vikings e sagas na UCLA. A sua investigação foca-se na história do nórdico antigo e norueguês.
  • O filme também combina autêntico kulning norueguês, um melódico chamamento de rebanhos utilizado por pastores para levar as cabras e as ovelhas dos pastos das montanhas. A cantora norueguesa e aspirante compositora de bandas sonoras Christine Hals foi escolhida para reproduzir diferentes vozes para o filme.

 
TECNICAMENTE FALANDO

  • A cena em que Elsa caminha para a varanda do seu novo palácio de gelo contém 218 fotogramas e inclui o fotograma que demorou mais tempo a compor. Este fotograma levou mais de 132 horas a compor (isso são mais que 5 dias).

 
COM BOM ASPETO

  • Para chegar ao look de Elsa, quando esta foge do reino, os cineastas convidaram o conhecido cabeleireiro Danilo a visitar os estúdios Burbank para experimentar vários estilos e assim captar a recentemente encontrada ousadia de Elsa.
  • Rosemaling ou pintura de rosas, um estilo de arte popular decorativa descoberto através da história norueguesa, surge durante todo o filme – em roupas, na arquitetura e é até evocado na magia de Elsa e nas suas criações de gelo.

 
POR ÚLTIMO MAS NÃO MENOS IMPORTANTE

  • Durante as projeções intercalares diárias de animação, os animadores sentavam-se individualmente numa “cadeira quente” vermelha e apresentavam as suas cenas aos realizadores em troca de feedback. Se os cineastas estivessem satisfeitos e não tivessem comentários adicionais, tocariam num sino – aprovado! – e todos aplaudiam.

Carolina Taveira

Carolina Taveira nasceu em Lisboa em 1986. Possui um mestrado integrado em Psicologia Clínica e uma mais recente pós-graduação em Gestão de Recursos Humanos. Realizou Psicoterapias de apoio a Vítimas de violência doméstica, durante o seu estágio e consequente voluntariado. Hoje, é consultora numa empresa de formação profissional. Participou em inúmeras coletâneas literárias nacionais e internacionais e publicou o livro de poesia "Palavras intemporais" em 2009. Para além disso, desenvolve o gosto pelas fotografia amadora, escrita, música e também pelo cinema. Contacto: carolina.s.taveira@gmail.com