Berlinale 67: Os jurados da competição internacional

A cerca de uma semana do início, a Berlinale revelou a composição completa do júri internacional, encabeçado por Paul Verhoeven, onde se destaca entre outros a famosa desenhadora de figurinos italiana Milena Canonero, que vai receber igualmente um Urso de Ouro de Honra.

Berlinale 2017

O 67º Festival de Berlim (realiza-se de 9­-19 de fevereiro próximos), revelou ontem todos os jurados internacionais que vão avaliar os candidatos aos Ursos 2017, e inclui a figurinista Milena Canonero, que vai ser este ano galardoada com um Urso de Ouro Honorífico. O cineasta holandês Paul Verhoeven é o presidente do júri internacional que decidirá sobre os 18 filmes a concurso, — onde estará Colo, da realizadora portuguesa Teresa Villaverde —  e atribuirá os respectivos Ursos, inclusive o de Ouro para Melhor Filme.

Vê programação completa da Berlinale 67:

No júri estarão três homens e três mulheres vindos de várias partes do mundo: a conhecida actriz alemã Julia Jentsch, a protagonista e Urso de Prata por Sophie Scholl: Os Últimos Dias, entre outros filmes que passaram na Berlinale e tiveram estreia em Portugal; Olafur Eliasson, o artista islandês nascido na Dinamarca e residente em Berlim, também reconhecido pelo seu activismo à causa ambientalista.

Berlinale 2017

Juntamente com estes europeus, estarão a produtora tunisina Dora Bouchoucha Fourati, presidente dos Fonds Sud del CNC (França) — um fundo de Apoio aos Cinemas do Mundo. Entre as suas produções recentes está Hedi, o filme vencedor de Primeira Obra e Urso de Prata de Melhor Actor na Berlinale do ano passado. O júri completa-se  com a actriz norte-americana Maggie Gyllenhaal (vimo-la recentemente num grande papel na mini-série The Honorable Woman, 2014), o actor-realizador mexicano Diego Luna (protagonista de Star Wars: Rough One), o argumentista e realizador chinês Wang Quan’an, vencedor do Urso de Ouro 2007 por Tuya’s Marriage e do Urso de Prata por duas vezes (Apart Together em 2010 e White Deer Plain em 2012).

Berlinale 2017

Foi também anunciada assim a personalidade que receberá o Urso de Ouro de Honra, pelo conjunto da sua carreira no cinema: trata-se da figurinista italiana Milena Canonero, que trabalhou com cineastas como Stanley Kubrick, Francis Ford Coppola, Roman Polanski, Louis Malle, Barbet Schroeder ou Wes Anderson, e que recebeu durante a sua carreira quatro Óscares (assim como cinco nomeações). Além de participar no júri, do prémio de honra a Berlinale dedica a Milena Canonero uma retrospectiva de dez filmes onde foi figurinista e que inclui obras-primas como A Laranja Mecânica, Shining ou O Padrinho: Parte III.

JVM

José Vieira Mendes

Jornalista, crítico de cinema e programador. Licenciado em Comunicação Social, e pós-graduado em Produção de Televisão, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É actualmente Editor da Magazine.HD (www.magazine-hd.com). Foi Director da ‘Premiere’ (1999 a 2010). Colaborou no blog ‘Imagens de Fundo’, do Final Cut/Visão JL , no Jornal de Letras e na Visão. Foi apresentador das ‘Noites de Cinema’, na RTP Memória e comentador no Bom Dia Portugal, da RTP1.  Realizou os documentários: ‘Gerações Curtas!?’ (2012);  ‘Ó Pai O Que É a Crise?’ (2012); ‘as memórias não se apagam’  (2014) e 'Mar Urbano Lisboa (2019). Foi programador do ciclo ‘Pontes para Istambul’ (2010),‘Turkey: The Missing Star Lisbon’ (2012), Mostras de Cinema da América Latina (2010 e 2011), 'Vamos fazer Rir a Europa', (2014), Mostra de Cinema Dominicano, (2014) e Cine Atlântico, Terceira, Açores desde 2016, até actualidade. Foi Director de Programação do Cine’Eco—Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela de 2012 a 2019. É membro da FIPRESCI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *