Assassin’s Creed Origins (PS4) | Análise

 

Assassin’s Creed está de volta, agora com Origins, para nos mostrar como tudo começou. Valerá a pena visitar o Antigo Egipto?

Em termos gráficos, Origins é o melhor Assassin’s até hoje, tal como se pedia. Rapidamente percebemos como o detalhe no design de cada cidade está a um nível altíssimo. Existe uma atenção ao detalhe que torna este no melhor da série, com muitos cenários cheios de vida e alterações climatéricas interessantes. Em termos de texturas, o jogo comporta-se muito bem. Testei-o numa PS4 Pro e existem poucas quebras, principalmente depois da atualização lançada. Existem alguns bugs gráficos, como uma ou outra personagem a trespassar algo, mas que é compreensível neste género de mundos. Os efeitos de luz e sombras estão bem conseguidos e as cuts-scenes funcionam bem, sendo, globalmente, um jogo com um bom nível gráfico e que nos vezes nos espanta com a sensação de imensidão. Escalem uma pirâmide e perceberão do que falo.

Em termos sonoros é um jogo competente, com um bom trabalho de vozes e uma banda sonora que ajuda ao ambiente e que se ajusta muito bem ao que vai acontecendo.

Na história, Origins é bastante cativante e apresenta alguns momentos marcantes, mesmo não conseguindo ter o mesmo impacto que outros jogos da série tiveram, mas sendo, provavelmente, o melhor enredo da série nos últimos anos, com muita intriga e algumas reviravoltas interessantes. Origins é um jogo que se foca bastante nas questões raciais, na escravidão e nas forças que surgem em sociedades com tanta diferença de riqueza ou oportunidades. E é nessa base que o enredo se desenvolve, levando-nos a criar uma ligações emocional com algumas personagens, principalmente em alguns momentos mais emotivos e onde o enredo se torna mais adulto.

 

 

Lê Também:
Jogos a Não Perder | Outubro 2017

Na jogabilidade temos uma boa evolução em relação aos jogos anteriores. No entanto apresenta algumas falhas. Origins é muito mais RPG do que jogos anteriores da série, limitar-nos o avanço em alguns momentos porque certas missões são apenas aconselhadas para um nível de experiência que por vezes é quase impossível ter quando se tornam disponíveis.

O sistema de combate recebeu algumas alterações que melhoram o combate um a um, principalmente o stealth, mas que torna mais complexo quando lutamos contra vários, o que até, em certo ponto, torna o jogo mais realista, porque a confusão é grande em alguns momentos e acabamos mortos. O jogo tem ainda muito para coleccionar, não só artefactos mas também armas e armaduras, mesmo tendo em conta que a maioria pouco traz de novo ao jogo. Pelo meio algumas micro transações que facilitam o jogo, mas não senti necessidade de as fazer.

Assassin’s Creed Origins é um jogo que me agradou bastante pelo ambiente que tem. Os cenários são fantásticos, diversificados e bem construídos. As batalhas navais estão boas, as viagens pelo deserto são fantásticas, e nada se compara a visitar uma pirâmide e explorar os seus segredos.
Se são fãs da série ou se adoram o antigo Egipto, então este é um jogo a ter, mesmo com todos os seus defeitos.

 

Luís Pinto

 

HARDWARE USADO PELA MHD PARA TESTES DE JOGOS

PS4:

  • PlayStation 4 Pro
  • Razer Raiju Controller
  • Razer Leviathan Sound System

PC:

  • Headphones Razer Carcharias
  • Keyboard Razer Epic Chroma
  • Mouse Razer Naga Epic Chroma
  • Monitor AOC U3277PWQU

Mobile:

  • LAIQ Glow

Assassin's Creed Origins

Game title: Assassin's Creed Origins

Game description: Assassin’s Creed está de volta, agora com Origins, para nos mostrar como tudo começou. Valerá a pena visitar o Antigo Egipto?

  • Jogabilidade - 84
  • Gráficos - 88
  • Som - 87
  • Enredo - 81
85

RESUMO

O MELHOR: Mundo criado

O PIOR: Alguns bugs e sistema RPG ainda com algumas falhas

EDITORA: Ubisoft

PLATAFORMA: PlayStation 4

Sending
User Review
3.33 (3 votes)
Comments Rating 1 (1 review)

Luis Pinto

Software developer - Autor do canal Tek Test - Apaixonado por jogos desde o tempo do Spectrum!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sending