© PlayStation

Ghost of Tsushima | As últimas novidades do State of Play

“Ghost of Tsushima” é um dos grandes lançamentos do ano e foi o foco do último State of Play. Para além de explorar o mundo do título, a apresentação destacou ainda o gameplay, entre outros elementos incríveis.

O novo State of Play da PlayStation guiou-nos um pouco por aquilo que podemos esperar do mais recente projeto da Sucker Punch Productions, “Ghost of Tsushima”. Se o Japão feudal é um dos teus períodos favoritos de explorar, então vem descobrir o que te aguarda quando chegares à ilha de Tsushima no dia 17 de julho.

O artigo irá apresentar-te ao modo como podes explorar o mundo, quais as mecânicas de combate, as modificações que podes fazer a Jin Sakai, o protagonista, entre outros elementos que revelam o grande título que teremos em mãos muito em breve.

Explorando Tsushima

A exploração tem sido o coração do design do nosso mundo desde o início mas não podes ter exploração se não tiveres curiosidade. Por isso, questionámo-nos constantemente sobre quais as formas mais temáticas e imersivas de deixar que a ilha te guie.

O vento transforma-se no teu guia, levando-te por diversos locais misteriosos que vão aparecendo pelo mapa, uma forma original de navegares o terreno e ficares a conhecer Tsushima. Sabendo a direção, podes cavalgar pelo campo, por entre as árvores, até um ponto de interesse. Pelo caminho poderás passar por lugares magníficos como as Kashine Hills (repletas de flores vermelhas), e apanhar elementos como Bamboo (sem saíres do cavalo).

Lê Também:
Guia dos Videojogos para 2020

À semelhança de outros jogos, serás alertado para a presença de inimigos através de uma seta. Em “Ghost of Tsushima”, o teu grande adversário é o exército Mongol e, para além dos seus soldados caminharem pelo mapa, poderás deparar-te com o seu território acabado de conquistar. Estes locais, como a Yagata Farmstead, permitem-te ter uma visão sobre a Tsushima do século XIII, ganhar experiência através de side quests (matar inimigos, resgatar prisioneiros), e conseguir items raros, entre outras recompensas.

Adicionalmente, deves manter-te atento ao que te rodeia pois o mundo inclui pistas visuais, como sinais de fumo ou árvores estranhas, que indicam uma área por explorar ou uma missão à espera de ser concluída, por exemplo, salvar pessoas em perigo. Os animais são também uma fonte de interesse. Certos pássaros irão guiar Jin a novos locais, incluindo áreas secretas, como grutas escondidas ou cabanas abandonadas no qual encontrarás diversos recursos. As raposas levam-te a altares espalhados pela ilha que te oferecem Minor Charm slots e a possibilidade de os usar como pontos de Fast Travel.

Jin, o Samurai

A exploração será um companheiro durante muitas horas de jogo, contudo, nem tudo será pacífico, afinal, Tsushima está a ser gradualmente invadida pelo exército Mongol e cabe-te a ti travá-lo. Inspirado no combate samurai, o jogo permite que Jin desafie adversários para duelos mortais ou que lute contra um grupo de inimigos. Entre as armas de eleição está a katana (espada longa), a wakizashi (espada curta), e o arco (curto ou longo). Para atacares poderás escolher a melhor posição para cada adversário, garantindo o maior dano possível.

Jin, o Fantasma

Enquanto o samurai luta com honra, o fantasma irá usar todos os truques sujos imagináveis, incluindo distrações, stealth, um gancho, e até técnicas ninja como as bombas de fumo e as kunai. Com o tempo, os soldados Mongol irão começar a temer o fantasma e isso pode ser usado para tua vantagem.

Lê Também:
Calendário dos eventos de videojogos para o verão

Jin, o Fashionista

Ao longo do gameplay pudemos ver o protagonista usar diversos trajes e isso deve-se ao facto de poderes usar variados fatos consoante a necessidade. Os Omamori, amuletos tradicionais de boa sorte, oferecem-te as técnicas que irão transformar o samurai no fantasma, podendo ser treinadas conforme desejares. Adicionalmente, as flores que encontras por Tsushima podem ser usadas para alterar a cor da armadura, definindo o visual que mais gostas para a personagem que constróis.

Jin, o Fotógrafo

Sim! Se és amante da fotografia dentro dos teus mundos favoritos não te preocupes pois “Ghost of Tsushima” inclui Photo Mode. Neste modo poderás escolher entre diversos filtros e profundidades de campo, assim como modificar a direção e velocidade do vento, optar pela queda de folhas ou outras partículas, e adicionar uma das faixas da banda sonora – um pequeno presente para os cineastas.

Explora Tsushima totalmente em japonês

Se queres uma experiência ainda mais imersiva, poderás escolher áudio japonês e legendas em outra língua, vivendo esta experiência na perfeição. Para além disso, o título deixa-te optar por um modo em que o visual se transforma num autêntico clássico samurai do cinema!

STATE OF PLAY | BEM-VINDO A TSUSHIMA

“Ghost of Tsushima” será lançado para a PlayStation 4 no dia 17 de julho e já se encontra em pré-venda em três edições, incluindo uma incrível edição de colecionador.

Ângela Costa

Mestre em Cinema pela Universidade da Beira-Interior, sou apaixonada pelo cinema japonês e toda a cultura que o envolve. Adoro igualmente fotografia e se tiveres curiosidade passa no meu Instagram ;) Música e videojogos são dois outros grandes interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *