Foto de Mar Urbano Lisboa © José Vieira Mendes

Mar Urbano Lisboa na Semana de Cinema de Valladolid

Mar Urbano Lisboa de José Vieira Mendes, repórter e crítico de cinema da MHD, estará na 64ª Semana Internacional de Cinema de Valladolid.

José Vieira Mendes, repórter e crítico de cinema da Magazine.HD está de parabéns. O seu documentário “Mar Urbano Lisboa”, realizado juntamente com o biólogo Ricardo Gomes, estará presente na 64ª Seminci-Semana Internacional de Cinema de Valladolid, em Espanha. O filme estará na corrida à Espiga Verde, prémio entregue ao vencedor da competição “Cine & Cambio Climático” do festival.

O filme vai ser apresentado na próxima quarta 23 de Outubro, enquadrado numa programação que mostra a relação e o compromisso entre o cinema e as alterações climáticas, num dos maiores eventos cinematográficos de Espanha. Depois de uma pré-estreia no Oceanário de Lisboa, para os participantes da Conferência ‘O Futuro do Planeta’ (em Setembro passado), e de ter sido selecionado para o Kuala Lumpur Eco Film Festival (Malásia), o documentário segue a sua caminhada por festivais internacionais de cinema onde o ambiente e a atual crise climática ganham algum destaque.

Lê Também:
Óscares | Lista completa de filmes submetidos a Melhor Filme Internacional
Seminci Valladolid
Poster do Festival Valladolid International Film Festival © Valladolid International Film Festival

“Mar Urbano Lisboa” é um documentário ambiental sobre os recursos de um ecossistema único que é o Estuário do Rio Tejo, a qualidade das águas, a biodiversidade marinha, o futuro da cidade e da área metropolitana que a rodeia (Almada, Oeiras, Seixal, Montijo, Barreiro e Loures) e, que aponta para um amplo debate sobre a Lisboa Capital Verde 2020, que aí vem.

Além de belíssimas imagens marinhas e subaquáticas de Lisboa e do Estuário do Tejo, algumas que os lisboetas nunca viram, participam e dão o seu testemunho neste documentário. Figuras como, Francisco Ferreira (Associação Zero), Maria (Zita) José Costa, (Bióloga e Investigadora), Jaime Costa (Construtor de barcos tradicionais), Leonel Serrano Gordo (Biólogo do MARE), José Tourais (Instrutor de mergulho) e Bernardo Queiroz (Instrutor de vela), entre outros protagonistas anónimos, ligados — alguns dependem mesmo — do ecossistema marinho do Estuário do Tejo.

“Mar Urbano Lisboa” é um filme em defesa do Rio Tejo, que testemunha a resiliência dos ecossistemas marinhos, da evolução da qualidade das águas, conservação das diferentes espécies de vida marinha típicas do Estuário, influenciadas igualmente pelas alterações climáticas.

Podes ver o trailer de “Mar Urbano Lisboa” aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *