Westerman (foto de Bex Day)

“The Line” é a sétima faixa do novo álbum de Westerman

Your Hero Is Not Dead chega no início de Junho, com a vinda da mais recente faixa, “The Line”, Westerman revela-nos mais de metade do seu álbum de estreia.

A menos de um mês do lançamento de Your Hero Is Not Dead, Westerman partilha mais uma faixa, “The Line”. O álbum de estreia do artista chega dia 5 de junho de 2020 via Partisan Records e é impossível não estar entusiasmado.

Gravado ao lado do seu amigo e produtor Nathan Jenkins (aka Bullion) em Portugal e terminado em Londres, Your Hero Is Not Dead surge no seguimento do EP Ark de 2018 e marca a estreia do artista com um longa-duração.

Lê Também:
Rolling Blackouts Coastal Fever revelam a hipnotizante "Falling Thunder"

A antecipação deste primeiro registo começou em 2018 com os singles “Confirmation” e “Easy Money”, depois de um 2019 mais recatado, este ano o artista ressurgiu para nos brindar com quatro novos temas. Primeiro, chegou “Blue Comanche” que foi o nosso single do mês de Janeiro, seguido de “Waiting on Design” e “Think I’ll Stay” e, mais recentemente, “Your Hero Is Not Dead” dedicado a Mark Hollis.

Sem nunca abandonar o seu universo jazzístico, Westerman tem-nos vindo a brindar com temas que ora revelam uma vertente mais folk, ora um ambiente mais eletrónico. O single que nos chega agora, “The Line”, concretiza-se numa cativante infusão eletrónica.

Lê Também:
Gordi explode em "Volcanic"

Mais uma vez é a voz de Westerman que se destaca, suspensa num cenário em constante mutação, numa busca que, se primeiramente soa minimalista e vaga, “I want to know about where the line is” rapidamente se torna complexa e quase concreta, “Remember that day back/Way back when there was nothing/Maybe that day only made sense/If there is something”. Foi com a interrogação “Is there a place for us?” que Westerman anunciou nas redes sociais a nova canção, agora, voltamos a escutá-la no próprio tema, revelando a indagação com a qual o artista se debate.

“The Line” vem acompanhada por um vídeo animado por Bráulio Amado, enquadrando-se no visual abstrato e simbólico que tem vindo a ser explorado nas últimas faixas partilhadas.

WESTERMAN | “THE LINE”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *