© Ubisoft

Ubisoft Forward | O resumo do primeiro evento da Ubisoft

A primeira Ubisoft Forward trouxe mais detalhes de jogos já anunciados ou já esperados pelos fãs, com muito conteúdo e datas de lançamento!

Infelizmente, as surpresas não foram muitas para quem não escapou da internet nos últimos dias, após os leaks de “Assassin’s Creed Valhalla” e “Far Cry 6”, mas a Ubisoft Forward não deixou de ter conteúdo e um olhar mais detalhado dentro dos criadores nos estúdios.

Lê Também:
Devolver Direct | O resumo do evento da Devolver Digital

A Ubisoft apresentou gameplay de “Watch Dogs: Legion” e “Asssassin’s Creed Valhalla”, e levou-nos aos bastidores de “Hyper Scape”, entre outros. O evento terminou com o trailer de “Far Cry 6”.

Títulos como “Skulls & Bones”, “Beyond Good and Evil 2”, “The Settlers”, “Gods & Monsters” e “Roller Champions” foram deixados de lado, mas parece que esta Ubisoft Forward é apenas a primeira. Já foi confirmado que “Roller Champions”, por exemplo, ainda terá novidades para dar em breve.

1 de 8

TRAILER | “WATCH DOGS: LEGION” TRAZ JOGABILIDADE AMBICIOSA

Finalmente, após adiamentos e muito tempo de espera, a Ubisoft revelou que o ambicioso jogo “Watch Dogs: Legion” chega à PlayStation 4, Xbox One, PC (Epic Games Store e Uplay Store) e Google Stadia dia 29 de Outubro, com as versões da Xbox Series X e PlayStation 5 disponíveis aquando o lançamento das consolas.

O jogo terá ainda a opção de Smart Delivery na Xbox Series X, o que significa que os jogadores poderão desfrutar do jogo quando a nova consola sair, com melhorias conseguidas através do ray tracing. Na PlayStation 5, também não será necessário comprar o título de novo.

1 de 8

Catarina Ferreira

Sempre tive desejo inato de expressar a minha criatividade, tendo envergado pelas artes nos estudos e nos tempos livres, como pintura, desenho, fotografia ou arte digital. Os videojogos também me acompanharam desde cedo. Halo foi o que me trouxe à Xbox, onde acabei por criar os Xbox PT Dummies. Não sou fã de guerras de consolas e acredito que todos têm o dever de ser felizes onde entenderem. Podem ver as minhas opiniões (não) populares no Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *